JONES DARK O NEGRÃO SORRISO

Loading...

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

História das vaquejadas.





História das vaquejadas

Na época dos coronéis, quando não havia cercas no sertão nordestino, os animais eram marcados e soltos na mata. Depois de alguns meses, os coronéis reuniam os peões (vaqueiros) para juntar o gado marcado. Eram as pegas de gado, que originariamente aconteciam na época da comercialização. Montados em seus cavalos, vestidos com gibões de couro, estes bravos vaqueiros se embrenhavam na mata cerrada em busca dos bois, fazendo malabarismos para escaparem dos arranhões de espinhos e pontas de galhos secos. Alguns animais se reproduziam no mato. Os filhotes eram selvagens por nunca terem mantido contato com seres humanos, e eram esses animais os mais difíceis de serem capturados. Mesmo assim, os bravos vaqueiros perseguiam, laçavam e traziam os bois aos pés do coronel. Nessa luta, alguns desses homens se destacavam por sua valentia e habilidade, e foi daí que surgiu a idéia da realização de disputas. Derrubar o boi pelo rabo, a vaquejada tradicional, é puramente nordestina.
As regras das vaquejadas variam de região pra região e algumas vezes de cidade pra cidade.

Numa pista de 160 metros de comprimento com variações sem sua largura, demarca-se uma faixa aonde os bois deverão ser derrubados. Dentro deste limite será válido o ponto, somente quando o boi, ao cair, não queimar o cal (material usado para demarcar as faixas), isso acontece quando o boi é puxado dentro da faixa e mostra as quatro patas antes de levantar-se ainda dentro das faixas de classificação. O boi que ficar de pé, em cima da faixa receberá nota zero de imediato.

O boi será julgado de pé. Deitado, somente caso não tenha condições de levantar-se.

Participam desta competição sempre uma dupla de vaqueiros que terá direito a ter inscrito o vaqueiro puxador em uma, duas e em alguns casos até três senhas, e o esteira, que é permitido participar de várias senhas.

A pista, a corrida e contagem de pontos também precisam estar de acordo com o regulamento
.


http://www.vaquejadas.com.br/

6 comentários:

  1. gosto muito de ver as vaqueijadas no rio de janeiro.
    Pietro

    ResponderExcluir
  2. maravilhoso
    JÁ PARTICIPEI DE ALGUMAS COMPETIÇÕES.
    JORGE
    RJ

    ResponderExcluir
  3. ACHO MUITO TRISTE O QUE FAZEM COM OS BOIS.
    sILMARA
    SP

    ResponderExcluir
  4. gostei muito da matéria,
    a vaqueijada não é muito
    divulgada no brasil.
    muito bom!!

    ResponderExcluir
  5. Fico muito preocupado, pq os animais
    sofrem e se machucam com está modalidade.
    precisamos mudar isso.
    Júnior cesar

    ResponderExcluir
  6. NEGRÃO SORRISO
    EU SOU SUA FÃ NUMERO 1
    AMO MUITO VC.
    FAZ UMA PROMOÇÃO DE PASSAR UM DIA AO SEU LADO.
    BEIJO
    SILVINHA
    SARANDI

    ResponderExcluir

DEIXE SEU COMENTÁRIO ELE É MUITO IMPORTANTE!!!
UM GRANDE ABRAÇO DE JONES DARK O NEGRÃO SORRISO!