JONES DARK O NEGRÃO SORRISO

Loading...

domingo, 25 de abril de 2010

SANIDADE: Campanha de vacinação contra aftosa será em maio no Paraná.


SANIDADE: Campanha de vacinação contra aftosa será em maio no Paraná.
A Secretaria da Agricultura e do Abastecimento está preparando a primeira etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa de 2010. Com duração de um mês, ela será iniciada no dia 1ª e encerrada em 31 de maio.

Diagnóstico de leptospirose e brucelose na bubalinocultura
MS confirma Aujezky em suínos
Fêmeas prenhes requerem tratos especiais e acompanhamento médico veterinário
Saúde animal é tema de reunião
Publicação apresenta controle de verminose em bovinos

Deverão ser vacinados apenas os animais bovinos e bubalinos jovens de 0 a 24 meses de idade. Espera-se com isso vacinar cerca de 4,6 milhões de animais de um rebanho total de 9,6 milhões de cabeças. Essa é a segunda vez que o Paraná promove uma campanha de vacinação parcial, apenas em animais jovens.
Reconhecimento - Segundo o secretário Erikson Chandoha, essa campanha está programada para ser a última vacinação contra febre aftosa realizada no Estado, conforme compromisso firmado com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para reconhecer que o Estado é livre da febre aftosa, sem vacinação.
Auditorias - Após essa campanha o Ministério fará as auditorias necessárias. Segundo o chefe da Divisão de Sanidade Animal da Secretaria, Marco Antonio Teixeira Pinto, os animais adultos com mais de 24 meses ainda têm a proteção da última campanha de vacinação realizada no mês de novembro do ano passado.
CSAs - Para o sucesso da campanha de maio, que prevê a imunização em animais jovens, a Secretaria pretende recorrer à contribuição dos Conselhos Municipais de Sanidade Agropecuária (CSAs) na divulgação dos procedimentos necessários para a vacinação dos animais. Os CSAs estão sendo reorganizados em todo o Estado e irão ajudar nessa mobilização, afirmou Teixeira Pinto.
Software - A proposta é que as campanhas de vacinação sejam substituídas por um sistema de vigilância e controle de trânsito de animais eficaz e sustentável. Para isso está sendo finalizado um novo software para a fiscalização do trânsito de animais e vegetais. Segundo Teixeira Pinto, o importante é que tanto o Estado como os produtores também querem alcançar essa condição de área livre de febre aftosa sem vacinação.

2 comentários:

  1. muito boa dica....
    adorei mesmo!
    abraço
    Prinio

    ResponderExcluir
  2. OI NEGRÃO SORRISO SOU SUA FÃ.
    MANDA UM BEIJO PRA MIM NO SEU PROGRAMA TA!
    MARINA
    MARINGÁ

    ResponderExcluir

DEIXE SEU COMENTÁRIO ELE É MUITO IMPORTANTE!!!
UM GRANDE ABRAÇO DE JONES DARK O NEGRÃO SORRISO!